• rio-salvador-slider

  • salvador-aracaju-slider

  • costa-do-dende-slider

Atividade física e qualidade de vida

Escrito por Jason Dias Silva on . Postado em Saúde

INTRODUÇÂO !
O esporte e a atividade física chegaram ao século
XIX acompanhando as transformações políticas
e sociais que começaram nos séculos anteriores,
demonstrando, desde então, uma tendência a
servir como uma tela de projeção da dinâmica
social.
O exercício físico é uma forma de lazer e
de restaurar a saúde dos efeitos nocivos que a
rotina estressante do trabalho e do estudo traz.
O exercício, após superado o período inicial,
é uma atividade usualmente agradável e que traz
inúmeros benefícios ao praticante, que vão desde
a melhora do perfil lipídico até a melhora da autoestima.

Qualidade de vida em saúde coloca sua centralidade na capacidade de viver sem doenças ou
de superar as dificuldades dos estados ou condi-
ções de morbidade

Existem fatores físicos e psicológicos intervenientes na qualidade de vida das pessoas quando
em situação de trabalho e que, dependendo do
seu competente gerenciamento, proporcionarão
condições favoráveis imprescindíveis ao melhor
desempenho e produtividade

A inatividade física e um estilo de vida sedentário estão relacionados a fatores de risco para o
desenvolvimento ou agravamento de certas condições médicas, tais como doença coronariana ou
outras alterações cardiovasculares e metabólicas

Estudos realizados nos Estados Unidos afirmam que a prática sistemática do exercício físico
está associada à ausência ou a poucos sintomas
depressivos ou de ansiedade

Por outro lado, a exigência pela boa performance, o elevado grau de competitividade e a tolerância à frustração e ao estresse são algumas
características que o ser humano encontra em
seu dia-a-dia, segundo Rubio

Além dos benefícios, a atividade física também está associada a prejuízos para a saúde mental, aparecendo ligada a quadros como “exercício
excessivo”

Pessoas que criam relações de dependência e
compulsão pela prática de exercícios físicos passam a buscar nessas atividades mais a diminui-
ção de sensações desagradáveis, como ansiedade, irritabilidade e depressão do que uma boa
forma física.

Sendo o ser humano biopsicossocial, näo é possível desprezar a importância da obtençäo de conhecimentos na área da saúde mental e da qualidade de vida, para que se possa conhecer os efeitos da atividade física sobre o homem. Os objetivos deste trabalho foram: analisar o conceito de saúde de alunos, professores e funcionários da comunidade da UFMG e verificar o nível de importância dos motivos para a prática regular de atividade física. Participaram do estudo 574 indivíduos da comunidade da UFMG. O questionário utilizado para a coleta de dados foi desenvolvido e validado no Laboratório de Psicologia do Esporte (LAPES-UFMG). Os procedimentos realizado para o tratamento estatístico foram: uma análise descritiva exploratória composta por procedimentos de comparaçäo de médias entre os grupos gênero, ocupaçäo e unidade/departamento. No geral, o termo mais relacionado com a palavra saúde foi “alimentaçäo”. Vários termos apresentaram uma diferença estatísticamente significativa entre alunos, professores e funcionários, entre eles: “status social” e “satisfaçäo profissional”. O motivo mais importante para a prática regular de atividade física foi o “prazer pela atividade física”. Foram detectadas várias diferenças significativas entre gêneros, departamentos e ocupaçäo, entrte elas “prevenir doenças” e “retardar o envelhecimento. Concui-se que motivos tais como saúde, qualidade de vida e prazer foram muito relevantes para a amostra de uma forma geral, o que vem comprovar a importância que a atividade física regulartem para a saúde e a qualidade de vida e o fato de que as pessoas estäo conscientes desta importância. O conceito de saúde encontra-se muito relacionado à saúde física. Termos como condicionamento físico, atividade física e bem-estar físico apareceram com altos níveis de relevância para esta amostra avaliada. Para estas pessoas a saúde é beneficiada pela prática regular de atividades físicas, entäo podemos dizer que os benefícios que estas pessoas conhecem que esta prática pode proporcionar a elas säo benefícios de caráter físico.

http://t2.gstatic.com/images?q=tbn:ANd9GcQ9kV9mV4h91tV50rSbd3RPXtdE7v0Zqwd2rlEAvwXyf22AcLzymw

O Mel na Nossa Alimentação

Escrito por Jason Dias Silva on . Postado em Saúde

Mel na alimentação é garantia de vida saudável
Adicione o mel à sua alimentação e tenha uma vida mais saudável

Diabéticos devem evitar o mel para não
desequilibrar as taxas de açúcar no sangue
Foto: Dreamstime

Diabéticos devem evitar o mel para não
desequilibrar as taxas de açúcar no sangue
Foto: Dreamstime

Basta a gripe dar as caras para a gente correr para a cozinha e preparar um chá com… mel!

O expectorante néctar das abelhas reergue a gente e prepara o corpo para se defender de infecções. Isso graças à alta taxa de açúcar, que nutre e dá muita energia. O mel também fortalece o sistema nervoso e é um excelente antisséptico e antibiótico.

De acordo com a Organização Mundial de Saúde, ele tem mais de 70 substâncias essenciais ao organismo, o que o torna o alimento mais completo que existe na natureza. Sorte a nossa, que podemos adicionar essa delícia às nossas vidas.
5 efeitos desse doce remédio

Veja por que o mel fortalece o corpo e aprenda a adicioná-lo à sua dieta

Combate gripes, resfriados e dores de garganta
● Tome 1 colher (sopa) pela manhã e outra à noite. Para completar, beba também chá de alho, limãocravo, canela e mel.

Protege de infartos e reduz o colesterol
● Substitua a geleia do pão por uma pasta de mel e canela em pó.

Previne a anemia
● Consuma 1 colher (sopa) duas vezes ao dia.

Acalma e combate a insônia
● Beba 2 colheres (sopa) antes de dormir.

Cura feridas e queimaduras
● Limpe o local com água e, em seguida, passe um pouco de mel na região machucada.
oS 3 tipos de mel mais conhecidos

Saiba para que os tipos de mel são indicados

1. De flor de eucalipto
● Como é
Escuro, tem gosto forte.
● Indicado para
Aliviar tosse e sintomas de resfriado, bronquite, sinusite e dor de garganta.

2. De flor de laranjeira
● Como é
Claro e perfumado, é um dos mais saborosos.
● Indicado para
Acalmar, combater a insônia, regular o intestino e prevenir cãibras.

3. De flor do campo (silvestre)
● Como é
A cor e o gosto variam, de acordo com a variedade das plantas que o originaram.
● Indicado para
Soltar o intestino e eliminar toxinas do organismo.

A dose certa por dia

Duas colheres (sopa) são suficientes para aproveitar todos os benefícios que o mel pode trazer à nossa saúde. Se passar da dose, você pode ganhar uns quilinhos! Crianças a partir de um ano podem consumi-lo sem risco de alergia.

Publicado
Conteúdo do site ANAMARIA

Como evitar lesões desportivas

Escrito por Jason Dias Silva on . Postado em Saúde

Quem pratica algum tipo de esporte ou algum exercício físico com regularidade já deve estar acostumado com as lesões musculares. Elas podem ocorrer por varios motivos, como pancadas, sobrecargas, ou seja, excesso de esforço físico, má postura tec.

A grande maioria dos atletas já estão acostumados com esse problema, mas saiba que tem muita gente que não pratica nenhum tipo de atividade física que também sofre com esse mal.

Para evita-lo a pessoa deve tomar alguns cuidados, como corrigir a sua postura, principalmente se a ela trabalha sentada o tempo todo, fazer alongamentos diários, dentre outras coisas. Tomando a devida atenção nesses detalhes que parecem ser pequenos, tenho certeza que você irá viver com muito mais conforto e qualidade de vida.

A grande maioria das lesões esportivas pode ser tratada com eficácia; após uma lesão, a maioria das pessoas pode recobrar um nível satisfatório de atividades físicas. Muitas lesões esportivas podem ser evitadas se os atletas tomarem algumas precauções.

Algumas orientações para evitar lesões esportivas:

Executar exercícios de aquecimento antes de praticar um esporte.
Sempre alongar os músculos antes de uma partida ou de um exercício.
Ao alongar, não flexionar os joelhos. Manter as solas dos pés bem apoiadas no chão.
Utilizar calçados adequados que sejam estáveis e absorvam impacto.
Fazer exercícios sobre superfícies macias e planas. Evitar asfalto e concreto.
Ao dobrar os joelhos, não inclinar mais que 90 graus.
Ao saltar, cair com os joelhos dobrados.
Desaquecer após um jogo intenso ou sessão de treinamento. Desta forma, a pulsação irá diminuir de forma gradual.
Não exercer esforço excessivo.

Qualquer pessoa que pratica exercício está em risco potencial de sofrer uma lesão esportiva. Mas, alguns grupos têm risco maior e devem tomar algumas precauções adicionais.

Adultos:
Evitar tornar-se um “guerreiro de final de semana”. Distribuir exercícios durante toda a semana.
Aprender a praticar todos os esportes de forma correta, reduzindo o risco de lesões “resultantes de excesso”.
Utilizar equipamentos e acessórios de proteção.
Conhecer os limites do corpo.
Aumentar o nível de exercício de forma gradual.
Executar trabalho de flexibilidade, força e cardíaco
Pais e treinadores:
Agrupar as crianças por seu nível de destreza e compleição física e não por idade, principalmente nos esportes de contato.
Treinar a criança em um esporte que ele/ela goste e que lhe seja adequado.
Certificar-se de que a criança passe por uma avaliação física antes de começar um esporte.
Não permitir que uma criança lesionada jogue.
Levar a criança ao médico, se necessário.
Garantir um ambiente seguro para a prática de esportes

Crianças:
Ter as capacitações físicas adequadas, antes de praticar um determinado esporte.
Passar por uma avaliação física antes de iniciar qualquer tipo de prática.
Seguir as regras do jogo.
Utilizar corretamente os equipamentos de proteção.
Não jogar quando estiver cansado ou com dor.
Sempre se aquecer antes de jogar.
Sempre desaquecer após jogar.

Mulheres:
Além de tomar as precauções acima, as mulheres devem focar a força muscular e preparo físico. Também é importante manter peso corporal normal e evitar exercícios extenuantes pois isto pode afetar seu ciclo menstrual.

A importância de uma alimentação saudável

Escrito por Jason Dias Silva on . Postado em Saúde

A alimentação é uma preocupação constante na rotina das pessoas. Seja para obter um estilo de vida saudável, seja para perder peso, melhorar a saúde ou, simplesmente, satisfazer uma necessidade fisiológica, comer é sempre bom. Contudo, uma nutrição adequada se preocupa com algumas questões importantes: o que, quando, quanto e como consumir os alimentos.

O grande avanço da ciência na área da nutrição transformou o simples ato de comer em uma ferramenta poderosa na promoção da saúde. A cada dia são descobertos novos nutrientes aptos a atuar diretamente no organismo. O desenvolvimento de alergias alimentares, manifestação de doenças articulares, existência de quadros recorrentes de doenças respiratórias e manifestações auto-imunes podem ser um alerta de que sua alimentação não está apropriada. Além disso, as necessidades da vida moderna, associadas a uma alimentação inadequada, levam ao aumento excessivo de peso e ao conseqüente surgimento de doenças crônicas, como problemas cardiovasculares, diabetes e hipertensão arterial.

Uma nutrição adequada é capaz de diminuir o estresse, ansiedade e a irritabilidade, além de facilitar o controle de peso e do humor. Auxilia também no combate a diversas doenças, torna seu tratamento mais eficaz e favorece o paciente com uma recuperação mais rápida. Igualmente, pode promover melhora no rendimento de esportistas, potencializar o desenvolvimento físico e cognitivo de crianças e adolescentes, contribuir para uma gestação plena e saudável e lidar com as alterações naturais do envelhecimento.

Alimentação saudável promovendo saúde e bem-estar em qualquer estágio de vida.

Corpo Humano, Maquina Perfeita

Escrito por Jason Dias Silva on . Postado em Saúde

O seu corpo é uma máquina perfeita
O corpo humano é uma máquina perfeita. De alguma forma, ele avisa quando não está em condições de agir com eficiência ou quando algo não anda bem. Precisamos saber sentir e entender estes sinais.
Temos a obrigação de conservar a saúde e o bem estar para manter esta máquina funcionando. E os exercícios físicos são essenciais nesta luta. Não adianta passar o ano sem fazer exercícios e querer entrar em forma nos últimos três meses. Para ter uma boa saúde, qualidade de vida e também ter um corpo legal e conseguir todos os benefícios que a atividade física pode proporcionar, você deve manter uma regularidade nos exercícios.

A vida moderna nos conduz a preguiça, e você verá que o seu corpo tem muitas oportunidades de ficar inativo por conta disto. Quanto menos atividade você fizer, mais o seu corpo enferruja e menos estímulos ele terá. O nível de toxinas irá aumentar e o resultado é que você ficará mais pesado e mais letárgico.
Algumas pessoas fazem tudo errado, ou seja, fazem um regime excessivo, comem poucas vezes ao dia, comem muito alimento industrializado, não conseguem reservar um tempinho para os exercícios. Estas pessoas não conseguem emagrecer, não conseguem ter uma qualidade de vida, nem ter um corpo que elas gostem, muito menos ter uma boa saúde.

Seja duro consigo mesmo, imponha regras para você, se discipline. Afinal trata-se da sua saúde e só depende de você melhorá-la ou desprezá-la e depois sofrer as conseqüências. O seu trabalho é de fato mais importante do que a sua saúde?
Às vezes é difícil imaginar como encaixar reeducação alimentar e exercícios no seu dia-a-dia que é tão corrido, mas é essencial encontrar um tempinho e ser persistente, pois estar em boa forma trará benefícios para todos os aspectos da sua vida.
Não adianta montar um esquema de exercícios impraticáveis ou inadequado. Comece devagar, com atividades mais fáceis para que seu corpo vá se adaptando. Siga um programa de preferência exclusivo a você, levando em conta os seus objetivos, nível de condicionamento e tempo disponível. Lembre-se de que ter um acompanhamento de um bom profissional é imprescindível e muito importante, pois permite a você treinar com eficiência e segurança à sua saúde.

Daniela Nardi
Acadêmica de Educação Física

Contatos